Páginas

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

WWE 2K14 - Análise

WWE 2K14 é o jogo que todos os fãs da série desejariam e com o seu foco na Wrestlemania consegue oferecer largas horas de conteúdo único.

Detalhes

8
de 10

WWE 2K14

  • Enorme variedade de combates
  • Trinta anos de Wrestlemania é um hino aos fãs
  • Gráficos desatualizados
  • Problemas crônicos da série continuam presentes
Data de Lançamento:01/11/2013
Plataformas:PS3 , Xbox 360
Produtora:Yuke's
Editora:2K Sports
Género:Wrestling
Classificação:PEGI 16+



Poder-se-á dizer que o universo WWE já está muito longe dos seus tempos de maior sucesso, mas ainda assim é inegável que continua a existir uma enorme legião de seguidores desta forma de entretenimento. No entanto, para a maioria de nós, pensar nos jogos inspirados na licença, mais concretamente nos antigos SmackDown vs Raw, é recordar com saudades os períodos de infância passados em frente à televisão a ver algo que estávamos constantemente a ser avisados para não o fazer e depois discutir na escola com os amigos as mais recentes incidências com os nossos lutadores preferidos.
Com WWE 2K14, o primeiro título da série produzido pela 2K Sports, a produtora tinha em mente oferecer a experiência mais completa até a data, cimentando as bases que já vinham sendo aplicadas desde há uns anos, mas ao mesmo tempo inserindo melhorias em aspetos chaves que precisavam de ser melhorados. Como poderão perceber nos próximos parágrafos, essa missão foi conseguida com distinção.
Apenas a alguns meses da trigésima edição do maior evento anual da World Wrestling Entertainment  não é grande surpresa que a produtora tenha tomado a decisão de centrar todas as suas atenções na história da Wrestlemania para criar o modo de jogo mais interessante que a série alguma vez teve. Como devem saber, “30 Anos de Wrestlemania” permite reviver grandes momentos da história do universo WWE, possuindo combates com objetivos específicos de forma a se manterem o mais próximo possível do que realmente aconteceu, com comentários recriados para o jogo baseados nesses momentos icônicos  Atravessando todas as suas eras desde a Hulkamania até à Universe Era, passando ainda pela Attitude Era, as largas dezenas de combates oferecidos apresentam um desafio diferente e bastante interessante ao jogador.

Também incluído em "30 Anos de Wrestlemania", mas com uma secção apenas para si está o modo The Streak. Neste modo, os jogadores são presenteados com duas opções: defender a série invicta de Undertaker na Wrestlemania ou tentar terminá-la de uma vez por todas. Se optarem pela segunda, que é na minha opinião a mais tentadora, os combates com este mítico lutador são autênticas batalhas contra um “boss” que não perderá qualquer oportunidade para iniciar ofensivas devastadoras sempre que cometam o erro de arriscar demasiado. Sem nunca tornar os combates absolutamente frustrantes, a 2K Sports conseguiu fazer com que terminar a série invicta de Undertaker fosse uma tarefa verdadeiramente heroica  mas sempre e longe de ser impossível. De uma forma sucinta, todo o modo Wrestlemania é um hino aos fãs de Wrestling e mostra a paixão com que a produtora tratou a sua nova propriedade intelectual.
Para além dos modos inspiradas no gigantesco evento que terá lugar em abril, WWE 2K14 conta também com o regresso do modo Universe que oferece a possibilidade de assumir o controlo total de todo o mundo comandado por Vince McMahon, sendo possível mudar os planteis de lutadores de cada programa, iniciar rivalidades e criar novos eventos especiais. Ainda assim, não pude deixar de pensar que este modo é pouco explorado e está muito longe de oferecer conteúdo capaz de manter o jogador interessado durante largas horas. De salientar que a variedade de combates disponíveis para participarmos é maior que nunca, fornecendo assim uma forma de variar a jogabilidade. Como é habitual, o título conta também com um multijogador competitivo e um modo de criação no qual poderão criar os vossos lutadores, arenas, cintos de campeão e histórias.

Com um leque gigantesco de lutadores à disposição, embora muitos deles estejam bloqueados à partida até que avancem no modo Wrestlemania, WWE 2K14 oferece estilos de combate para todos os gostos e procura ao máximo fazer com que cada um deles sejam uma representação fiel daquilo que vêem na televisão. Destaque também para as entradas dos lutadores no ringue que permanecem com a mesma fidelidade à realidade que já era visível nos títulos anteriores, sendo para mim um ritual assistir ao modus operandi de Undertaker sem o avançar.
No que diz respeito à jogabilidade, a iteração deste ano da série possui bastantes semelhanças com o passado, permitindo que qualquer jogador que tenha jogado algum título relativamente recente consiga rapidamente compreender as novidades. Como vem sendo habitual, o momentum continua a ser um aspeto muito importante pois é através dele que conseguiremos depois ter a oportunidade de “destruir” os adversários, aplicando os ataques signature, ataques específicos de cada lutador que geralmente tendem a indicar o início do fim para o oponente, e os finishers que normalmente terminam o combate. As contagens até três continuam a funcionar da mesma forma, ou seja, como uma espécie de minijogo que é tanto mais difícil quanto mais danos tenham sofrido e as submissões assentam basicamente no martelar de botões.

Todas as mecânicas principais do combate de WWE 2K14 permanecem iguais ao passado, sendo que cada tipo de combate possui alguns controlos específicos, como é o caso do Royal Rumble em que temos um minijogo que consiste em pressionar botões que surgem no ecrã para evitar a eliminação. Infelizmente, isto também significa que os problemas crónicos da série continuam presentes nesta entrada. Os lutadores movem-se de forma robótica quando não estão a aplicar golpes e a interação com o público é mínima com reações demasiado artificiais ao que acontece no ringue. Para além disso, alguns golpes parecem não ter qualquer impacto quando aplicados, seja pela forma como o ringue não sofre qualquer alteração com a queda dos lutadores ou pelo som provocado pela mesma.
Graficamente, WWE 2K14 é exatamente igual ao capítulo anterior, com a série a aparecer cada vez mais desatualizada a cada ano que passa. As expressões faciais continuam a deixar muito a desejar e os cabelos dos lutadores parecem palha. Já a banda sonora do título é composta quase na totalidade pelas músicas que servem de pano de fundo para as entradas dos lutadores, o que não deixa de ser um pouco desapontante. Os comentários realizados pelas vozes habituais dos programas, embora sejam bem conseguidos e quase sempre pertinentes, tendem a tornar-se rapidamente repetitivos se lutarem constantemente com os mesmos lutadores.

Em suma, WWE 2K14 é o melhor jogo da série na geração PlayStation 3 e Xbox 360 e o seu modo Wrestlemania é um verdadeiro hino a todos os fãs que seguem o universo WWE e que compram todos os seus títulos. É verdade que os problemas habituais da série continuam presentes, mas pensar que este é apenas o primeiro jogo sobre a alçada da 2K Sports permite criar boas expetativas para o que o futuro nos poderá reservar.